Resenha: La Belle Sauvage - Philip Pullman

15 fevereiro 2018
O livro das sombras
Autor: Philip Pullman
Páginas: 398
Editora: Suma de Letras
Livro recebido em parceria com a editora para divulgação. 

Malcolm e seu daemon, Asta, têm onze anos e vivem na estalagem A Truta, perto de Oxford. Do outro lado do rio, fica o convento de Godstow. Certo dia, Malcolm entreouve que as freiras estão recebendo uma nova hóspede: uma bebê chamada Lyra. O encanto que ele sente por ela é quase imediato, e sua curiosidade é aguçada pelo fato de que outras pessoas - importantes e perigosas - também parecem interessadas na criança.
Malcolm pode não saber por que Lyra é importante, mas quando uma tempestade desaba e inunda o país, ele precisa tomar uma decisão rápida para salvar a vida dela. Com a chuva caindo e as ruas das cidades transformadas em rios, Malcolm conduz sua canoa tentando levar Lyra para um lugar seguro. Mesmo que, no caminho, precise enfrentar fadas, feiticeiras, deuses e assassinos.
Neste primeiro volume da trilogia O Livro das Sombras, Philip Pullman leva os leitores de volta ao mundo de Fronteiras do Universo, contando a história da pequena Lyra anos antes dos eventos de A Bússola de Ouro.


Olá! Tudo bem?
Hoje a resenha é do primeiro livro da trilogia O Livro das Sombras, La Belle Sauvage, que conta a história de Lyra antes dos acontecimentos de A Bússola de Ouro.

O livro é narrado em terceira pessoa e apresenta nosso protagonista, Malcolm, um garoto de onze anos muito esperto. Malcolm ajuda os pais na estalagem, servindo as pessoas junto de seu daemon Asta e também ajuda as freiras do convento que fica perto da estalagem. Lá ele descobre que as freiras estão cuidando de uma bebê chamada Lyra e seu daemon Pantalaimon.

Após descobrir que muitas pessoas procuram por Lyra, pessoas que não querem o bem da bebê, e também descobrir sobre segredos de outras pessoas que são sobre Lyra, Malcolm junto de sua canoa, junto de Lyra e junto de uma pessoa que em breve se tornaria sua amiga, procuram por um lugar seguro onde Lyra possa ficar para que ninguém encontre a bebê, mas eles terão que passar por muitas coisas até encontrarem um lugar, terão de enfrentar fadas, pessoas que querem fazer mal a Lyra e até mesmo deuses.



A escrita do autor é bem clara e bem objetiva, sem falar na diagramação do livro que também é muito boa. É o tipo de livro que prende o leitor do início ao fim e que não nos deixa dormir, pedindo aquele famoso "só mais um capítulo".

O protagonista deixa a história mais envolvente, pois apesar de ser uma criança de onze anos é extremamente esperto e inteligente e sempre aparece com ideias para salvar a vida da pequena Lyra. Além de possuir todas essas qualidades, notamos que quando os adultos falam com Malcolm, eles não mudam a voz para algo mais gentil e carinhoso por ele ser uma criança e também não escondem as coisas do protagonista, conversam de igual para igual, confiando até muitos segredos para Malcolm.

O vilão do livro, Gerard Bonneville, é cruel e muito calculista. Ele não aparece muito nas cenas dos livros, mas quando aparece gera um grande medo não só nos personagens, mas no próprio leitor que se surpreende com tamanha crueldade que Bonneville é capaz de fazer.
Além de Bonneville, teremos algumas outras pessoas que não serão boas, mas também não serão vilãs, como a fada que aparece em um momento do livro e o TCD, um grupo de igreja que prende e mata quem vai contra seus princípios.

Na viagem longa com a canoa, além da companhia de seu daemon Asta e de Lyra, Malcolm também terá a companhia de Alice e de seu daemon Ben, uma garota de quinze anos que trabalha na Truta para a família de Malcolm. Geralmente os dois nem trocavam uma palavra na estalagem, mas passarão a se entender e se tornarão amigos. No início do livro Alice parece uma personagem rabugenta e irritada, mas com o decorrer do livro descobrimos um outro lado de Alice, mais carinhosa e muito corajosa.

Pra quem ainda não leu a trilogia Fronteiras do Universo, pode se perder um pouco nesse livro com alguns termos usados como por exemplo Pó aletiômetro e até mesmo o daemon. É incrível ver a história de Malcolm com Lyra, antes dela crescer, e descobrir toda a aventura que ele viveu para salvar Lyra e deixar ela segura. E mesmo quem não leu a primeira trilogia entende o que se passa no livro, apesar dos termos desconhecidos é fácil de compreender. 

É um livro incrível que me deixou com o gostinho de quero mais e ansiosa para os próximos livros dessa maravilhosa aventura!

Paula.

Informações, dúvidas ou sugestões?
Mande um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com
Nos acompanhe pelas redes sociais: 

5 comentários:

  1. Que recebido maravilhoso menina, fiquei muito feliz de saber a sua opinião e a mochilinha que recebeste juntinho da obra, fiquei encanta demais e adoro livros com fantasia, se tornam um dos meus favoritos e esse quero ler, ainda mais sendo do Philip Pullman.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Paula! Eu ainda não tive a oportunidade de ler nenhuma das séries do autor, mas vi o filme e achei bem interessante. Confesso que essa não é um prioridade nas minhas leituras do momento mas penso em um dia conhecer a história de Lyra e esse pode ser um bom livro por onde começar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ola, o livro tem uma capa bem bonita, mais não chamou minha atenção gostei da resenha mais dessa vez eu passo essa dica

    ResponderExcluir
  4. Confesso que nunca tive interesse pela A Bússola de Ouro, mas fiquei bem curiosa para saber por não querem o bem da pequena Lyra. Gsto de livros com protagonista infantil, sempre tenho uma visão diferente. Uma ótima dica.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá
    que legal que gostou tanto do enredo e do livro no geral, eu ainda não conhecia mas depois da sua resenha fiquei curiosa para ler, quem sabe eu não dê uma oportunidade, bela resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir