03 outubro 2016

Resenha: O Mapa de Vidro - S. E. Grove

O Mapa de Vidro
Autor: S. E. Grove
Páginas: 396
Editora: Verus
Nota:   5
Compre: Saraiva l Cultura
  Ela conhecia o mundo somente por meio de mapas. E não tinha ideia de que eles poderiam ser tão perigosos. Boston, 1891. Sophia Tims vem de uma família de grandes cartógrafos. Desde a Grande Ruptura em 1779, quando todos os continentes foram lançados a uma era diferente – da pré-história a um futuro distante – esses exploradores viajam e mapeiam o que é conhecido como Novo Mundo. Há oito anos, desde que seus pais não retornaram de uma missão urgente, ela vive com seu tio Shadrack, o melhor cartógrafo em Boston. A vida com seu brilhante, adorado e distraído tio, ensinou Sophia a cuidar de si mesma. Quando Shadrack é sequestrado por pessoas que estão atrás de um poderoso artefato, ela é a única que pode salvá-lo. Ao lado de Theo, um refugiado do oeste, ela embarca em uma aventura por cidades secretas e mares desconhecidos baseando-se apenas nos mapas deixados por seu tio e sua intuição. O que Sophia e Theo não sabem é que suas próprias vidas estão em perigo quando se descobrem segredos há muito enterrados. O mapa de vidro vai fazer você mergulhar em um mundo de fantasia autêntico e intrigante, com uma heroína que vai ganhar o seu coração.

Bem, a resenha de hoje é de um livro não muito conhecido, mas necessário para os fãs de aventura, romance, mistérios e realismos fantásticos.

O Mapa de Vidro (Livro 1 da série Mapmakers) conta a história de Sophia Tims e a busca pelo seu tio Shadrack sequestrado por uma seita enigmática. A história se passa em uma espécie de mundo pós-apocalíptico, em que houve um fenômeno natural (?), conhecido como A Grande Ruptura, que modificou a ideia que se tinha de mundo, onde continentes e eras se misturaram numa enorme colcha de retalhos. Assim, passado e futuro passaram a ser presente, de forma que só era possível reconhecer uma era avançada por meio dos avanços "tecnológicos" desta, e o tempo passou a ser dividido de acordo com a localização/época de cada Era.

O tempo ganha destaque nesse livro, uma vez que todo o mistério que ronda a história se dá através do descobrimento de Eras até então desconhecidas, tendo em vista que "A Grande Ruptura" alterou completamente o modo de vida dos seres humanos e ainda é um acontecimento do qual se sabe tão pouco.

Sophia, uma menina que não tem noção de tempo em uma "época" que o tempo é tão importante, acaba tendo que lutar contra idealismos internos, para encontrar a única pessoa que ela tem no mundo, já que seus pais exploradores se perderam em uma Era desconhecida e nunca mais se teve notícias deles. No seu caminho, ela descobre pessoas completamente diferentes, de piratas a atrações de circo, e também figuras aterrorizantes que povoam o pesadelo até dos mais destemidos.

O livro é narrado em grande parte por Sophia, e outros trechos por seu tio Shadrack, o grande cartógrafo, e vamos tendo uma noção do porquê e de como tudo aconteceu. Cada capítulo se inicia com uma passagem ou "conteúdo" histórico do próprio universo do livro, e a história em si é muito bem amarrada e rica em detalhes e descrições. No começo pode parecer um pouco confuso, mas depois que se pega o ritmo, a leitura flui.

Só quero dizer que me apaixonei pela história, há tempos que não lia uma coisa tão interessante e profunda, que critica nossa visão do hoje através de um universo fantástico construído lindamente, com personagens imperfeitos, problemas realmente complicados e um final com um gostinho de quero mais.

Não vejo a hora de ler a série inteira!

*Este livro está disponível na loja do Kindle Unlimited e dá pra ler "de graça" (não é propaganda, só uma dica marota).

Até mais,

Melissa.

Viu algum erro nesse texto?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com
Nos acompanhe nas redes sociais:

17 comentários:

  1. Oi Melissa, tudo bem? Vou confessar que fantasia não é muito a minha praia, mas se envolve junto romance e aventura eu to dentro. Amei a resenha, realmente não conhecia o titulo, está na minha lista de leitura com certeza. Bjs
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é muito bom mesmo, eu realmente recomendo. :*

      Excluir
  2. Olá, Melissa.
    Acho que esse livro não me atraiu muito, mas achei bem interessante a forma como ele é construído historicamente, para quem gosta de História e Geografia deve ser um prato cheio, além disso, também gosto da alternância da narrativa entre os personagens.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Que capa linda! Já quero, pois amo fantasia e sendo desse gênero até injeção na testa. kk
    Se bem me lembro nunca li um livro que é narrado por dois personagens, sempre por um... Mas sempre tem a primeira vez né? Não vejo a hora, ótima resenha.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Oii!

    Adorei a resenha. O livro parece bacana demais. Adiconado à lista :D

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que animação heim, fico feliz em saber que gostou da leitura, infelizmente não faz o meu gênero então deixarei a dica passa, mas espero que os próximos lhe agrade tanto quanto esse.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Gostei de saber que os personagens não são tão perfeitos quanto estamos acostumados a ver por ai e acredito ser um ponto positivo na construção da obra.
    Fiquei bem curiosa sobre a premissa do livro e quero muito saber se Sophia irá desvendar os mistérios do sequestro do tio e se sim, como isso se dará.
    Sou apaixonada por uma boa aventura e desconhecia a obra, mas já anotei a dica e pretendo procurar a série.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Melissa! Não curto muito livros do gênero e talvez por isso este não tenha me atraído. No entanto, sua resenha passa a ideia de que é uma história bem desenvolvida e tenho certeza que muitos leitores poderão gostar dela!

    Beijos,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie, que bacana saber que esse livro te conquistou tanto. particularmente coisas mais distópicas não me atraem muito, mas desde que vi a sinopse desse livro a achei interessante, então talvez possa vir a dar uma chance para o livro no futuro. Que bom saber que os personagens não são nem perfeitos ao extremos, pois isso dá um tom maior de realidade para os livros.

    ResponderExcluir
  9. Assim como você faz um tempo que não vejo um enredo tão bem desenvolvido com fantasia em um mundo pós-apocalíptico. Adorei a personagem central descrita em sua resenha, e enfim não é mais um clichê, mas um livro que mrece ser lido.

    ResponderExcluir
  10. Fiquei bem curiosa com a premissa do livro e saber se a Sophia irá desvendar os mistérios do sequestro do tio e como será.
    Adorei a dica do Kindle, sou apaixonada por uma aventura, adorei o livro.

    Beijos
    Biblioteca Desajeitada

    ResponderExcluir
  11. Olá
    acho que ainda não conhecia o livro mas parece ser bem legal para amadores do gênero, por enquanto vou deixar passar a dica mas parabéns pela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiii!
    Eu não conhecia o livro e depois de ler sua resenha, fiquei com vontade de ler. É o tipo de leitura que eu gosto, envolve eras diferentes, uma catástrofe que mudou o mundo, me bateu uma curiosidade para entender melhor o que acontece nesse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. QUERO!! gente mulher tu se conectou mesmo com o livro né? gostei da resenha me deixou curiosa, gosto de autores que trazem na fantasia essa critica ao nosso social

    ResponderExcluir
  14. OI!
    Sou da turma que não conhecia o livro rsrs
    E apesar de não ler muito o gênero fantasia, tua resenha me fez ficar com vontade de conhecer a obra.
    Parece bem instigante.
    Vou anotar a dica :D

    Bjs!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!!
    Eu não conhecia esse livro, a capa não chamou muito a minha atenção. A trama parece ser muito interessante a única coisa que me faz ficar um pouco com um pé atrás é essa questão de passado e futuro se misturando, quase sempre fico um pouco confusa com tramas assim.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  16. Menina, nunca tinha ouvido falar dessa série! E muito bom saber que se trata de uma história profunda <3 tão bom quando criam algo assim. Vou procurar aqui!

    ResponderExcluir