21 outubro 2016

Resenha: Boa Noite - Pam Gonçalves.


Boa Noite
Autora: Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Páginas: 240. 

Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Oi, gente. Tudo bem?
Esse livro foi uma boa surpresa para mim, que estava tentando não criar expectativas em relação a ele. Eu sou grande fã do canal da Pam e não queria me decepcionar. Mas, fiquei bem feliz com a leitura e vou explicar os motivos.

Sem querer repetir muito a sinopse... Ao entrar na universidade para o curso de Engenharia da Computação, Alina entra também para uma república, onde moram outras três pessoas: Gustavo, Manu e Talita. E esses três e as festas para as quais eles levam a Alina são o ponto alto da vida dela, já que na turma dela, repleta de rapazes que acreditam que esse curso não é para meninas, ela não se sente bem. Alina acaba conhecendo um rapaz, só que ele não parece tão confiável assim aos olhos do leitor. Ao mesmo tempo, várias meninas tem sido dopadas nas festas da universidade.

O que eu mais gostei nesse livro foi o foco na questão dos abusos sexuais. O romance da protagonista ficou como plano de fundo e não como principal. Fiquei muito feliz que a Pam tenha usado o livro dela para conscientizar, além de entreter. Outro ponto que me chamou muito a atenção, positivamente, foi a diversidade: podemos ver a questão do machismo, racismo, homofobia...

Os personagens escritos pela Pam são bem diferentes e característicos, não tem como confundi-los. E agora meu novo crush literário é o Gustavo <3 A Pam disse que Boa Noite não terá continuação, mas talvez spin-off com a Manu e fiquei bem feliz por isso!

Eu gostei da escrita da Pam, achei bem simples, fácil de entender, mas confesso que fiquei com um pé atrás com a narrativa em primeira pessoa. Outro fator que me fez não dar cinco estrelas para este livro foi a questão dos estereótipos dos cursos da faculdade. Acredito que nem em todos os lugares os cursos citados tem esses rótulos. 

A foto tá sem qualidade, mas valeu a pena! 

Alguém já leu Boa Noite? Me contem o que acharam! Beijos <3 


Viu algum erro nessa postagem?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com
Nos acompanhe nas redes sociais:

Um comentário: