11 julho 2016

Resenha: Mistério na Festa da Padroeira - Marcelo Antinori.


Mistério na Festa da Padroeira
Coleção Sereia de Vidro

Autor: Marcelo Antinori.
Editora: Bússola pocket
Páginas: 96. 

Resenhas anteriores:

Neste terceiro livro da coleção Sereia de Vidro, Marcelo Antinori leva o leitor para uma das festas mais tradicionais de São Paulo, a de Nossa Senhora de Achiropita no Bixiga.
Enquanto Carmen e Zé Luis procuram o sonhado apartamento em Santos, a ser pago com a recompensa ganha de Coutinho, o narrador diverte-se com Ana Pérsia e Verônica nos hotéis da capital. Mal sabia que Luciana, sua mulher – agora livre do amante francês – é contratada pelo chefão do tráfico para organizar a festa da padroeira do Bixiga.
O que deveria ser um novo rumo na carreira de Luciana torna-se um pesadelo na vida do narrador, uma vez que o risco de sua mulher e sua amante se conhecerem pessoalmente nas noites em que o evento rola à solta pelas ruas do tradicional bairro paulistano é enorme.
Teria Coutinho contratado Luciana por coincidência ou ele nutria segundas intenções? Em paralelo, as "mulheres" dos chefões do crime organizado pressionam Coutinho para elucidar quem está matando travestis no centro da Capital. Mistério na Festa da Padroeira é escrito com precisão e fluidez por um dos autores brasileiros mais prolíficos da atualidade no Brasil.

O escritor protagonista sem nome volta nesse terceiro volume da Série Sereia de Vidro com mais um mistério: desta vez, o que se quer saber é quem está por trás dos espancamentos e mortes de travestis. Por outro lado, temos a vida pessoal do personagem principal, que está com um problema: Coutinho, que antes estava ao seu lado, está agora tentado seduzir sua esposa Luciana. Para lidar com esses isso, nosso personagem conta com a ajuda da Madre Cristina, que lê cartas de tarô. Mas, imaginem o que o escritor pensa quando a Madre tira para ele a carta da morte. Muitas coisas estão para acontecer! 


Mais uma vez, Marcelo Antinori me surpreendeu com sua incrível capacidade de escrever todo o necessário para que o leitor entenda a história em tão poucas páginas. O livro é pequeno, tem 92 páginas e fonte grande, mas os acontecimentos são bem descritos, não deixando nenhuma dúvida sobre o enredo. 

Esse terceiro volume, como os dois primeiros, traz a podridão da realidade da nossa sociedade à tona, mas desta vez, temos algo mais específico: o ódio aos travestis. Ou seja, homens que gostam de travestis, mas, ao mesmo tempo, sentem vergonha de gostar e acabam culpando os trans. É interessante a forma como o autor traz essa problemática em uma trama policial, ainda mais pelo ponto de vista de um homem e de uma personagem travesti, que é amiga do protagonista, ou seja, dois pontos de vista diversos. É importante salientar que isso realmente ocorre na atualidade e essas mulheres sim, elas são mulheres) sofrem todos os dias, mas a mídia não nos mostra isso. 

"No final das contas, haviam sido oito os ataques, sendo três as vítimas fatais: a primeira "caiu" da escada da Rua dos Ingleses e quebrou o pescoço; a segunda foi atropelada na Rua Rui Barbosa quando tentava fugir; a terceira morreu sufocada com a traqueia esmagada depois de ter levado um chute no pescoço no coreto da Praça Orione." Página 60. 

Do outro lado, temos Luciana e Coutinho. Vamos combinar que essa gente não sossega. Luciana é contratada pelo chefe do tráfico para organizar eventos. Coutinho tem tanta coisa para fazer, coisas para traficar e gente para intimidar, mas ainda consegue ficar paquerando a esposa dos outros. Ô homenzinho ser caráter! Por que será que eu sempre imagino caras assim bem bonitos fisicamente? Já consigo imaginá-lo sendo interpretado pelo Armando Babaioff. <3  

Com esses problemas, o protagonista recorre à Madre Cristina, que só traz mais dúvidas quando não explica para ele a carta da Morte que ele tirou do baralho de tarô. Mas, eu como leitora estava bem confiante, se a Madre estava sorrindo, então tudo estava certo, porque ela sempre acerta todas! 

A escrita do autor está perfeita, mais uma vez. É uma narrativa em primeira pessoa bem fácil de se ler e entender. Não há nenhum errinho de revisão. A única dúvida que tenho em relação ao autor é: como ele sabe o significado de todas aquelas cartas de tarô? Fiquei muito curiosa! Mas, vou perguntar em uma possível entrevista!

E o final me surpreendeu bastante! A forma como as coisas se resolveram foi bem pensada e bem escrita. A última página me deixou tão pasma quanto deixou o protagonista, mas só o que posso dizer sobre isso é: Madre danadinha! 

Vocês não devem se surpreender comigo recomendando e recomendando e recomendando a Série Sereia de Vidro para todos vocês, pois eu gosto muito do gênero, dos livros e também do autor. Espero que vocês possam ler e que gostem da trama tanto quanto eu. Acredito que esse foi o volume do qual mais gostei! 


Beijos <3



Viu algum erro nesse texto?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com

Postagem válida para o Top Comentarista de Julho de 2016. 

14 comentários:

  1. Essa série sempre me chamou a atenção, com livros de mistério e investigação( que eu amo) curtos, o autor parece desenvolver muito bem a história, mesmo que em pouco espaço, gosto de livros de fácil entendimento, alguns de investigação preciso sempre estar com dicionários por perto rsrs, o final para ser surpreendente, estou querendo mais ainda ler

    ResponderExcluir
  2. até que fiquei interessada em ler, curto histórias assim, mas por ser o terceiro de uma série, teria problema em ler sem ter lido os anteriores?
    tô curiosa em saber como a situação das trans é retratada...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comece pelo livro que quiser. Cada estória é independente e completa. Se gostar leia os primeiros. tenho certeza que ai você não vai perder os próximos.

      Excluir
    2. Roberta. Muito obrigado a você e a todas as suas amigas que comentaram. Tento contar a estória destas pessoas que a gente vê pela janela do ónibus ao cruzar a cidade de São Paulo. Um grande abraço.

      Excluir
  3. Não conhecia esta série ainda.
    Gostei bastante da premissa e com certeza vou procurar pelos volumes para iniciar esta leitura tão bem recomendada por ti.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii Roberta, como vai garota?
    Que livro é esse gente? Fiquei completamente instigada e curiosa para saber como será a situação diante de tantas confusões e problemas que podem levar a este encontro. Leria com toda certeza, parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Sou fascinada por livros investigativos. E não sabia até agora sobre esse livro e já estou louca para lê-lo.
    E se é uma trama de um autor nacional e nos mostra os problemas da realidade brasileira,melhor ainda!

    Ótima dica!

    ResponderExcluir
  6. Roberta, nunca tinha ouvido falar dessa série, mas gostei da premissa do livro.
    Não gosto de trama policial, mas por envolver trans me chamou muita atenção e eu daria sim uma chance para a leitura.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. Olá, ainda não conhecia o livro, mas gostei da premissa, o tem me é bastante interessante e espero ter a oportunidade conhecer melhor essa história. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Eu não conhecia a obra, mas a sua resenha me fez ficar muito interessada por essa leitura, adoro livros nacionais ambientados aqui e que trazem mais sobre a nossa cultura para nós. Título adicionado nos desejados, beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, o enredo parece ser ótimo...mistério <3

    Não conhecia a obra e fiquei bem curiosa com a leitura, já anotei a dica!

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia nem o autor, nem a obra, mas fiquei curiosa para saber mais sobre ela.

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto MUITO dessa série, o autor é maravilhoso. As páginas vão passando voando e quando você vê já acabou </3. Ansiosa pelos próximos lançamentos ♥

    ResponderExcluir