30 julho 2016

Resenha: A filha do Norte - Luisa Soresini.

A Filha do Norte
Autora: Luisa Soresini. 
Páginas: 496. 
Editora: Novo Século. 

Tudo começa quando Michelle e Meredith saem para ver as flores. Uma tempestade faz com que a bruxa perca Michelle de vista. A menina, desnorteada, sai em busca de ajuda e avista uma mansão enorme e antiga. Pensando que não mora ninguém na casa, Michelle entra no local para se abrigar e é surpreendida ao ser recebida por uma governanta tão sinistra quanto a casa, que a deixa com medo. Seu instinto lhe diz que há algo de errado, mas essa sensação passa quando entra na casa e se depara com um ambiente completamente diferente daquela fachada macabra que vira. O interior da mansão é maravilhoso, bonito e sofisticado, assim como os seus donos: os irmãos Vergamini.
O que Michelle não imagina é que às vezes é necessário ouvir nossos instintos. Ela está em perigo e talvez nem suas amigas, Elza e Meredith, as bruxas do Leste e do Sul, consigam salvá-la.

A Filha do Norte, da autora Luisa Soresini, é um romance sobrenatural que nos traz diversas criaturas mitológicas. Esse livro foi uma surpresa para mim e vou explicar para vocês o motivo. 

Em suas quase quinhentas páginas, esse livro tem como centro a história de Michelle, jovem de 16 anos que chega a um vilarejo ambientado - acho - na Europa da Idade Média, já havia uma espécie de comércio organizado, mas não era tão desenvolvido para já estar na Idade Moderna, além disso, as roupas não pareciam tão requintadas. Michelle é uma guria misteriosa, que parece ter um passado turbulento, mas mesmo assim consegue ser amável e sempre ver o lado bom das coisas. 

Ao chegar ao vilarejo, Michelle acaba conhecendo duas bruxas que se passam por velhinha e por criança, Elza e Meredith, respectivamente. Nossa protagonista fica vivendo com as bruxas, até que em um dia chuvoso, o que era para ser um simples passeio acaba com Michelle se perdendo e parando em frente a uma mansão, a mansão dos irmãos Vergamini. De início, eles parecem extremamente bonitos e interessantes, mas Michelle perceberá que os irmãos tem muito a esconder e que ela terá que se esforçar muito para sobreviver e descobrir tudo. 

Como eu imaginei o vilarejo, mais ou menos. Fonte

Em um primeiro momento, A Filha do Norte nos traz as bruxas tradicionais que conhecemos, voando de vassoura e tudo. Mas, ao decorrer da história outras criaturas mitológicas vão aparecendo, mas não vou dar detalhes, pois é bem interessante ir descobrindo o que são essas criaturas de acordo com suas características. 

Através de múltiplos pontos de vista, vemos Michelle entrar na casa dos irmãos Vergamini e conhecê-los. Os sete são bem diferentes, a única coisa que parecem ter em comum é a crueldade e a vontade de esganar Michelle. Eles são: Frank, Wolf, Ethan, Luka, Chistofer, Carl e Danton. Nós vamos conhecendo seus segredos ao passar da história, mas Michelle continua sendo uma grande incógnita. 

Durante a leitura, fiquei bastante desconfiada com a Michele, porque ninguém - NINGUÉM - na vida real pode ser tão benevolente, inocente e paciente assim. Mas aí lembrei que Michele é uma guria de 16 anos da Idade Média (ou início da Moderna, ainda estou na dúvida) e percebi que isso era possível naquela época. Além disso, o leitor acaba sendo contagiado pelo otimismo dela, apesar que querer esganá-la por causa da predisposição da protagonista de entrar em encrencas. Além disso, no início da leitura, achei algumas cenas um pouco forçadas (para quem já leu, exemplo: a cena em que Michelle entra, pela primeira vez, na antiga estufa), mas conforme fui desvendando os mistérios, percebi que isso vai ter um grande significado na história, o que me fez ficar bastante ansiosa com a continuação!



O ponto forte da obra com certeza está no desenvolvimento dos personagens! Vemos um pouco de cada um deles, através de seus próprios pontos de vista. Além disso, a autora conseguiu nos mostrar bem a personalidade de cada um. E, por causa disso, me apaixonei por todos eles e me peguei quase apaixonada pelo vilão da história. Que magia é essa, Luisa? 

Fiquei feliz quando percebi que haveria romance na história, apesar de não saber quem seria o par romântico da Michelle. Claro que já escolhi um favorito e estou torcendo por ele! Sério, estou fazendo muito pensamento positivo para que ele fique com a Mich <3 

O livro é bem descritivo e surpreende pelo conteúdo, o leitor não imagina o que Michelle encontra quando chega na mansão, ou melhor, até imagina, mas não espera que as coisas se desenrolem daquele jeito. Sempre que Michelle está encrencada, eu me pegava pensando "não tem como ela sair dessa agora" e aí a autora vinha e pimba, me surpreendia. E eu adoro quando os livros são imprevisíveis, quando o autor engana o leitor com maestria. 

A escrita da autora é simples e bem gostosa de ler. Apesar das quase 500 páginas, a leitura é rápida. Para quem é medrosa como eu, não se preocupem, essa capa linda assusta, mas o conteúdo não. 

Comentário para deixar vocês curiosos: QUE FINAL FOI ESSE? A autora não podia ter feito isso comigo. 

A Filha do Norte traz, principalmente, uma história de superação, de deixar o passado para trás. É muito bom ver determinados personagens perceberem coisas que estavam debaixo de seus narizes o tempo todo, mas a dor, o orgulho ou a petulância não os deixava ver. Aposto que vocês vão se apaixonar pelos personagens e pela história deles, então deem uma chance a esse livro! Beijos <3

Viu algum erro nessa postagem?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com

23 comentários:

  1. Nem li e já tô apaixonada!
    Mais um nacional com cara de ser ótimo.
    É o meu tipo de livro favorito, misterioso e sobrenatural. Adorei <3

    ResponderExcluir
  2. Nossa,a capa é um espetáculo. E a imagem que nos mostrou do vilarejo ,me deu mais vontade ainda de"entrar" nesse mundo cheio de fantasia.
    Achei a proposta do livro bem diferente.Sim,existem vários livros com bruxas e seres estranhos. Mas gostei do enredo!
    Sem contar que nos mostra uma outra época,onde tudo parece mais fascinante. ;)

    ResponderExcluir
  3. Oiii Roberta, como vai?
    Garota eu sou completamente apaixonada para ler esse livro com toda certeza, a filha do norte parece ser uma história e tanto, dica super anotada, aliás a autora é uma fofa <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Que coisa linda Roberta!! Fiquei muito feliz. <3 Amei a resenha <3

    ResponderExcluir
  5. É melhor você gostar de mim. Só passando para servir de alerta.

    ResponderExcluir
  6. Amo livros de romances sobrenaturais, e tenho certeza que irei amar a mitologia presente no livro, o fato de ser nacional me alegra e me deixa ainda mais curiosa, quero ler e me surpreender tanto quanto

    ResponderExcluir
  7. Olha pra minha cara de "quero ler esse livro agora". Genteeee um livro de bruxas? Faz tempo que não ouço falar e ainda mais um livro nacional. Fiquei toda interessada aqui. Ainda mais que você falou que a história tem duas coisas que me chamam a atenção em livros: surpresas e personagens bem trabalhados.

    ;*

    ResponderExcluir
  8. Olha pra minha cara de "quero ler esse livro agora". Genteeee um livro de bruxas? Faz tempo que não ouço falar e ainda mais um livro nacional. Fiquei toda interessada aqui. Ainda mais que você falou que a história tem duas coisas que me chamam a atenção em livros: surpresas e personagens bem trabalhados.

    ;*

    ResponderExcluir
  9. Olha pra minha cara de "quero ler esse livro agora". Genteeee um livro de bruxas? Faz tempo que não ouço falar e ainda mais um livro nacional. Fiquei toda interessada aqui. Ainda mais que você falou que a história tem duas coisas que me chamam a atenção em livros: surpresas e personagens bem trabalhados.

    ;*

    ResponderExcluir
  10. Menina! Já quero ler.
    Vou procurar pra baixar no Kindle.
    Adoro romances sobrenaturais e com bruxas melhor ainda, só o título já me deu vontade de ler e sua resenha só instigou e olha que até pra vc foi uma surpresa. Obrigada pela dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não conhecia o livro, mas adorei a premissa!
    Adoro histórias sobrenaturais, se forem de época então, melhor ainda.
    Saber que a história de conquistou e os personagens foram bem construídos me deixa ainda mais curiosa para a leitura.
    Com certeza entrou para minha listinha.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  12. Oiiii, uau que livro incrível! Cheio de mitologia e rico em detalhes. Livros de bruxos e bruxas exigem essa riqueza de detalhes mesmo e acredito que a autora conseguiu encantar o leitor. Vou anotar a dica. Bjs

    ResponderExcluir
  13. É inevitável torcermos para que certos personagens se entendam...
    Eu como gosto de romance, acho ótimo quando encontro um, mesmo quando não é o foco da leitura.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oie.
    Quando eu leio algo sobre esse livro só consigo dizer: uau!
    Eu estou a um tempo querendo adquirir ele para leitura, vamos ver se esse ano consigo ainda kkkk.
    A primeira vez que li algo sobre ele, achei um pouco cliché, bruxas, coisas ruins, pressentimento e tal. Mas aí li mais uma resenha e achei interessante a história. E com a sua resenha continuo achando!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Olá, eu já tinha visto a capa desse livro por aí e estava bem curiosa para ler uma resenha sobre ele, depois de ler o seu post, confesso que estou com uma vontade enorme de ler A FILHA DO NORTE. A história parece interessante e, pelo que você disse, foi bem escrita.

    ResponderExcluir
  16. Oi Roberta.
    Ótima resenha!
    Eu achei a história bem interessante, me deixou muito curiosa.
    Dica mais que anotada. É bom saber que a leitura é fluida.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. gosto quando autores exploram bem a personalidade de seus personagens, a ambientação nesse período super me atraiu e mesmo com esses pequenos 'defeitinhos' me senti tentada a ler... só nao me agradei muito por ter continuação, ando preferindo leituras fechadas... mas se tiver chance, lerei...
    bjs, Beta :D

    ResponderExcluir
  18. Oii,

    Amei a sua resenha. Não conhecia esse livro e fiquei simplesmente curiosa para lê-lo e saber como tudo vai terminar. Mas acho que esganaria a Michelle.

    beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Sua resenha está bem clara e direta, mas me senti desanimada em conhecer esse enredo quando percebi que o livro tem uma protagonista que não convence, independente da época em que a história se passa, percebe-se que tem situações forçadas.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  20. Olá, adorei a resenha, já conhecia a obra, o enredo é bem interessante. Quero ler!

    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Socorro, queroooooooooo! Adorei a sinopse, e a resenha ficou perfeita! Livros que surpreendem a gente são os melhores, com certeza. Amo bruxinhas ♥
    A mansão dos 7 irmãos, lembrei dos 7 anões... vai saber se não tem algo relacionado, né hahaha.
    É uma trilogia? Fiquei bem curiosa pra ler, mas quando tem muitos livros eu fico com preguiça.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. que lindo! A cara é ótima mesmo, chamou minha atenção! Já quero!

    ResponderExcluir
  23. Oie Roberta!
    Já vi vááá´rias resenhas sobre esse livro e a maioria fala bem dele. Eu não sou muito chegada em romances sobrenaturais (sim, tenho certo pé atrás), mas esse romance tem bruxas e eu gosto de livros com bruxas, mas ai entram as outras criaturas, que é o que não me desce muito... Sempre fico em dúvidas se leio ou não, mas você me deixou curiosa sobre esse final *---*
    Beijos!!

    ResponderExcluir