10 julho 2016

Resenha: Austenlândia - Shannon Hale

 
 Austenlândia
Autor(a): Shannon Hale
Páginas: 240
Editora: Record
Nota: 5/5
Compre: Amazon | Submarino | Americanas | Saraiva
  

Jane Hayes tem 33 anos e mora na Nova York atual. Bonita, inteligente e com um bom emprego, guarda um segredo constrangedor: é obcecada pelo Sr. Darcy, personagem criado por Jane Austen. Com uma vida amorosa lamentável, Jane decide aceitar seu destino: noites solitárias no sofá assistindo a Colin Firth em Orgulho e preconceito. Contudo, ao ganhar uma viagem de férias para Austenlândia, um misterioso lugar onde todos devem se portar como se estivessem em uma obra da consagrada escritora, Jane tem a chance de viver o romance que sempre sonhou. Mas pode a vida imitar a arte?


Essa semana eu comecei a usar o Kindle e não sabia  por onde começar. Bem, eu queria uma leitura leve, já que vinha lendo muitos dramas e fantasias, aí tava com a cabeça meio louca, cheia de mundos e personagens diferentes, ao mesmo tempo, queria aproveitar as férias pra colocar as leituras em dia, mas nada do que eu tinha (livro físico) me agradava. Então, navegando pela Amazon, descobri esta belezura aí de cima.

Vamos ao livro!

Como já dito na sinopse acima, o livro é um chick-lit muito gracinha de uma autora que, como a maioria de nós leitores, é apaixonada pela (Diva Suprema Rainha Master) da Literatura, nossa queridíssima Jane Austen.
A personagem, Jane (coincidência?) é uma mulher meio louca na faixa dos 30 anos, que mora em Nova York, tem um emprego OK, uma vida amorosa meio triste, uma melhor amiga inteligente e engraçada (que poderia ter sido melhor explorada #ficadik), uma mãe controladora, uma tia-avó rica e uma obsessão sem limites pelas histórias de Jane Austen, principalmente pelo filme Orgulho e Preconceito feito pela BBC, que tem no papel de Mr. Darcy o ator Colin Firth.
Acontece que nossa protagonista tem como ideal amoroso o Mr. Darcy, o que faz com que ela ainda esteja solteira e se sinta culpada por basear seus relacionamentos num personagem fictício de um romance escrito no século XIX.


Após ganhar uma viagem a Austelândia numa herança deixada pela tia-avó, e destinada a curar sua obsessão pelo Mr. Darcy, Jane embarca numa aventura misteriosa para um "paraíso" onde as pessoas vivem como se estivessem dentro de um romance de Jane Austen. Mas as coisas não saem bem como ela imaginava, e Jane começa a questionar sua sanidade e princípios quando se depara com a forma que as pessoas vivem nesse Mundo de Contos-de-Fadas.
Na Austenlândia, mais conhecida como Pembrook Park, Jane conhece várias pessoas, entre as quais atores e gente (real) como ela, mas como saber quem é quem? Tentando desvendar essa questão, ao mesmo tempo em que busca a "cura interior", Jane se depara com a Ms. Charming e Lady Heartwright, que viram quase suas amigas, e com Mr. Nobley e Martin, dois homens sedutores e muito diferentes que disputam o seu coração, além de tantos outros personagens que contribuem cada qual com sua parcela de importância.

Cada capítulo começa com uma história amorosa antiga de Jane e depois volta para o contexto atual. A história traz citações dos livros já escritos por Jane Austen e o enredo funciona quase como uma releitura de suas obras. Aliás, meus Parabéns a autora pelos diálogos, ambientação e personagens principais que nos apaixonam, gostei muito!
No mais, a história é curtinha e dá pra ler em um dia, tem muitos clichês românticos (claro!) e é meio bobinha (também!), mas tem uma reviravolta surpreendente (pelo menos pra mim) no final. A personagem é fácil de se identificar e o triângulo amoroso é engraçadinho (eu mesma fiquei meio em dúvida de quem shippar). Única coisa que eu não gostei é que por o livro ser muito curtinho não dá pra desenvolver com mais vivacidade os personagens e fica só naquilo mesmo, eu acrescentaria, ao menos, mais uma 100 páginas que ficava maravilhoso!

Enfim, li e gostei muito, tava precisando mesmo de um chick-lit pra dar uma espairecida.
Dei 5 estrelas no Skoob e recomendo a leitura, principalmente pra quem gosta de Jane Austen também.

Obs.: Pra quem tiver vontade de explorar mais a fundo a história e dar umas risadas, tem um filme baseado no livro e promete ser tão bom quanto (porque ainda não assisti).


Viu algum erro nesse texto?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com

Postagem válida para o top comentarista de julho de 2016.

9 comentários:

  1. Olá,desde que esse livro foi lançado , lia muitos comentários sobre ele e morria de vontade de lê-lo.Mas aí aparece um livro novo aqui e outro ali, e os que desejávamos antes vão sendo esquecidos.E foi isso que aconteceu comigo.
    Bem,me parece um livro divertido e gosto desse estilo.
    É muito bom terminar uma leitura com um sorriso no rosto.
    Foi bom ter me lembrado dele. :)

    ResponderExcluir
  2. Já assisti o filme e achei super legal, agora vou procurar o livro para ler. Gostei muito da sua resenha ^^
    bjs

    livroslapiseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oiii Melissa, como vai?
    Garota que livro é esse? Confesso que é a primeira vez que leio uma resenha dessa obra e me apaixonei de vez. Fiquei bastante curiosa para saber o que a personagem irá encontrar para viver esse amor tão lindo. Parabéns pela resenha, dica anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Devo ser a única que nunca leu nada da Jane Austen rsrs, mas sei que sua escrita é madura e poética, agradando todos os leitores. Gostei de ter um chick-lit, gênero com o qual me divirto muito, com referências da autora, costumo não gostar de triângulos amorosos, mas se for inserido da maneira correta até me agrada, amei a indicação, adoro clichês srsr

    ResponderExcluir
  5. Não sou uma leitora assídua do gênero, mas já li maravilhas deste livro, por isso tenho interesse na leitura, apesar de ainda não ter feito. De vez em quando é bom mesmo uma leitura mais leve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá, bom, eu achei tudo muito simplório, não sei se seria o tipo de livro que eu escolheria para ler, pois gosto das histórias mais profundas e marcantes. Bjs

    ResponderExcluir
  7. OLÁ! Adorei teu blog, me lembrou um pouquinho o meu (que eu tô tentando migrar de blogger pra wordpress), quanto ao livro, não é o gênero que eu gosto, não sei se leria, mas talvez desse uma chance.

    ResponderExcluir
  8. Desde quando eu vi esse livro, fiquei vem empolgada para ler ele, acredito que farei isso.

    ResponderExcluir
  9. Adoro chicklits mas leio MUITO pouco. Eu tenho tantos livros que sou apaixonada e louca pra ler que acabo nem indo muito atrás desse estilo. Dá pra contar nas mãos quantos eu já li na vida. E eu preciso tomar vergonha na cara e ler Orgulho e Preconceito, já tá na hora. Leituras leves são maravilhosas, trazem leveza pra alma, né nom? Achei fofinho ♥

    ResponderExcluir