24 dezembro 2015

Resenha: A voz do Arqueiro - Mia Sheridan.

A voz do arqueiro.
Autora: Mia Sheridan.
Páginas: 336.
Editora: Arqueiro.
Compre: Amazon | Cultura.
Skoob.

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

O livro faz parte de uma série signos do amor na qual cada livro é desenvolvido de acordo com um signo do zodíaco. 

Bree Prescott sofreu muitos traumas em seu passado e por não conseguir lidar com a situação acaba fugindo deixando para trás seus amigos Nathalie e Jordan. Ela para em uma cidade chamada Pelion, aluga um chalé próximo à um lago e logo conhece sua vizinha Anne, que a convida para tomar chá com ela. Após, ela vai a uma farmácia comprar algumas coisas e durante a volta esbarra com Archer Hale, o estranho da cidade. 

Archer sofreu muito em seu passado e carrega o peso do ocorrido. Ele é mudo e foi criado pelo tio, passou a vida trancado em casa se escondendo dos olhares das pessoas da cidade. A partir do encontro os dois começam a desenvolver uma amizade e aos poucos cada um vai se libertando dos fantasmas do passado. 

Esse livro me prendeu do início ao fim. A história é bem construída e desenvolvida, ao longo da trama você conhece os personagens, seus desejos e traumas. Os dois protagonistas se ajudam para que cada um cresça e de alguma forma se desvincule do passado. Achei a história tão incrível que não sei muito o que falar. A única coisa que eu não achei tão boa é a tradução do título, quem ler irá entender. Mesmo assim o livro entrou para os meus favoritos

Nenhum comentário:

Postar um comentário