14 dezembro 2015

Resenha: Irmandade de Copra - Caroline Defanti.

Irmandade de Copra
Irmandade de Copra
Autora: Caroline Defanti
Páginas: 432
Editora: Arwen


Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta e vidas de volta.
Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta.
Assim nasce a Irmandade de Copra!

Mesmo sendo uma grande fã de ficção científica, tenho percebido que, depois de ler Irmandade de Copra, minha lista de livros com esse gênero é muito pequena e quase inexistente. O livro de Caroline Defanti me atraiu logo de cara por ter um dos gêneros que eu adoro explorar (geralmente, através de filmes) e não pude deixar de aceitar ler esse livro que mostrou ser tão bom quanto parece.

Em Irmandade de Copra, somos apresentados a um mundo distópico que foi destruído pelos humanos e restaurado por aliens, assim que os humanos tiveram que  deixar a Terra para morar na Lua e em Marte, para salvar as pessoas que sobreviveram a esse colapso. Logo de cara, vemos um pouco do que foi feito pelos humanos em sua nova "casa" e é assim que conhecemos os Irmãos, que são humanos que se ofereceram para passar por um processo de transformação, para combater contra o povo Sherriel e recuperar a Terra.

O livro é narrado em terceira pessoa, um dos pontos positivos que adoro em muitos livros porque podemos ter uma visão mais ampla sobre a história. No início do livro, tenho que admitir, achei tudo um pouco confuso. Foi aí que comecei a perceber que não estava tão acostumada com livros de Ficção Científica e logo pensei que ia ter uma enorme dificuldade de entender o enredo. Mas, logo depois vi que não é nada disso, pois a autora tem uma escrita muito simples, mas detalhada, gostosa e a maior parte do tempo envolvente.

Depois, vemos um desenvolvimento melhor por parte da história e todas as pecinhas que buscamos no começo vão se encaixando ao mesmo tempo que outras vão surgindo. Num primeiro momento, somos apresentados à visão dos humanos, e tudo que sabemos sobre a nova Terra e seus novos habitantes é narrado por momentos de ódio e repúdio, o que faz com que o leitor tenha os mesmos sentimentos em relação aos Copranos (nome que os humanos deram para os Aliens), pois não conhecemos o outro lado da história. E é ao conhecer o outro lado que tudo muda e começamos a perceber o quão idiotas somos ao julgar um povo que tem sentimentos semelhantes ao dos humanos e valorizam tudo, extremamente tudo, que tem.

A obra pode ser facilmente comparada a muitas situações de conflitos existente entre dois povos, o que acaba sendo uma grande lição de aprendizado e entretenimento. É incrível como a autora conseguiu desenvolver uma trama que explora a fundo tudo que é introduzido no livro. Por muitas vezes, fiquei de queixo caído pelos detalhes que foram muito bem pensados. O aproveitamento que foi feito por parte da nossa cultura, da nossa natureza, do nosso mundo sendo mesclado com algo novo, culturas novas e um mundo restaurado foi uma grande tacada de mestre por parte de Caroline e é por isso que recomendo mais do que tudo esse livro.

Tenho o dever de avisar que o final é aberto. Sim! Mas não como em "O Doador de Memórias", que nos deixa com uma pulga atrás da orelha, mas como um livro que terá uma excitante continuação. Para ter uma ideia do que teremos nos próximos dois livros (Sim! Será uma trilogia <3), a autora deixou um belo epílogo com o típico gostinho de quero mais que, na minha opinião, poucos autores conseguem fazer.

A ansiedade por batalhas que criei ao ler esse livro me deixa muito curiosa com os próximos volumes. Só de ler o "final" meu coração aperta e meus dedos ficarão cruzados até o próximo lançamento! Fãs de Ficção Cientifica, ou não, aproveitem! Irmandade de Copra é um incrível deleite de como Caroline Defanti sabe muito bem o que está fazendo, com sua escrita deliciosa e sua história comovente.

Esse texto foi feito exclusivamente por mim, publicado originalmente no meu blog Fórmula do Amor.

Nos acompanhe nas redes sociais!
Viu algum erro no texto?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com

Um comentário:

  1. Primeiro parabéns pela resenha maravilhosa, me apaixonei pelo livro só por lê-la, segundo que a sua ansiedade passou para mim e olha que eu AINDA nem li o livro, hahaha, mas estou muito interessada.
    Estou seguindo e adorando o blog <3
    Beijos.
    Tenho um blog sobre filmes, series e cultura no geral. Se puder dar uma conferida eu ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir