19 novembro 2015

Resenha: Morada das Lembranças - Daniela Bauer.


Através dos olhos de uma menina, o leitor acompanha a trajetória de sua família que, em meio à Revolução Russa de 1917, viu-se obrigada a deixar para trás tudo o que conhecia e a empreender uma audaciosa e perigosa fuga rumo a um destino totalmente desconhecido. Com novas vidas e identidades, vê-se despertada pelas inúmeras perguntas que permanecem sem resposta. Mas, essa é a chave da morada. Não ter as respostas lhe permite seguir em frente e abrir todas as portas.
Título: Morada das Lembranças.
Autor: Daniella Bauer.
Páginas: 200.
Editora: Biruta.
Ao ver a capa de Morada das Lembranças eu nunca imaginei que esse livro pudesse ser tão tocante, não pensei que ele seria uma leitura maravilhosa para mim e também uma aula de história. Só posso dizer que estou muito feliz por estar participando do Book Tour da obra (organizado pelo blog La Oliphant). 

Uma pequena menina judia, junto com sua mãe seu irmão bebê, foge da Rússia, depois que seu pai foi assassinado. Com poucas coisas - e pouca comida - eles devem sair dali imediatamente, já que todos os judeus estão sendo caçados. Primeiramente, eles vão até a Polônia encontrar Alexei (um amigo), mas depois devem partir para o Brasil, onde não há guerra, mas onde a vida não será fácil. 



Nós vemos, através da menina (que mais tarde fica conhecida como Maria), as barbaridades que acontecem com as pessoas - e, principalmente, com as mulheres - daquela época, naquela situação. Para vir para o Brasil, nossos personagens tiveram que passar dois meses enfiados em um navio. Muitos morreram nessa travessia.

Narrado em primeira pessoa, Morada das Lembranças nos traz tantos detalhes, que várias vezes eu li a contra capa do livro para saber se a obra não era baseada na vida da autora. Somos introduzidos naquela época, naqueles lugares, naquele contexto, que é quase como assistir a um filme, dá pra imaginar tudo perfeitamente.

Por várias vezes, me percebi com lágrimas nos olhos, foi tão triste ver aquela menina e sua família perderem suas identidades ao virem para o Brasil. Não só perderam sua casa e um membro da família, saíram de seu país e deixaram de poder seguir sua religião, como sofreram tendo que esconder quem realmente eram. E o pior: isso aconteceu de verdade com milhões de pessoas, pois a guerra descrita no livro realmente existiu.
 
 
 
Ler um livro que se passa em 1917 não nos faz pensar em como as guerras eram ruins, mas sim em como elas ainda são. Ao assistir ou ler o jornal, ao abrir o Facebook, ao falar com um vizinho... De todos os lados descobrimos mais detalhes do que está acontecendo na França, na Síria, no Iraque... Quantas meninas como a do livro existem por aí? Quantas guerras ainda vamos ver? Quantas famílias ainda serão separadas e mortas?

Morada das Lembranças está dentro do meu coração, pois é um livro que, através da linguagem de uma criança, emociona nos trazendo uma história incrível, atual e tão palpável. Eu tinha separado tantas citações pra vocês, mas acabei reenviando o livro sem anotá-las.

Sabem aqueles livros que deveriam ser leitura obrigatória? Morada das Lembranças



Nos acompanhe nas redes sociais!
Viu algum erro no texto?
Envie um e-mail para bloglivrosecores@gmail.com

11 comentários:

  1. Primeira vez que leio algo sobre esse livro, e olha fiquei maravilhada, pois faz meu gênero literário. <3


    http://luxuosoestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii, eu achei meio estranha a capa quando entrei e vou te falar agora, se eu não tivesse lido a tua resenha ficaria muito em dúvida se é bom. Mas, como se falou o livro se passa em 1917, já está na minha lista haahha prefiro livros assim de verdade <3
    Beijos
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Logo que você comentou que os personagens fugiam pro Brasil eu lembrei de todo o rolo na França, que horror né, os refugiados tem uma vida péssima desde o país natal até pra onde vão parar, e são pobres coitados que geralmente não tem culpa de nada. Adorei sua resenha, deve ser um livro muito impactante!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Gelo Negro", vem conferir!

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu li esse livro recentemente e ele é muito profundo e tocante, me apaixonei pela trama. Concordo com você que ele deveria ser uma leitura obrigatória, todos deveriam ler!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Ao ver a capa não pensei que seria um livro desse tipo. Parece um livro muito tocante, mas o pior para mim foi o que você disse no final: isso ainda acontece. Não é só um livro que retrata o passado. Ele pode muito bem ser adaptado para a atualidade, sem mudar quase nada. E isso não é legal. Mas, voltando à história, é bem comovente, lerei assim que tiver oportunidade.
    Beijos
    Coisinhas Aleatórias

    ResponderExcluir
  6. Oiiie
    Nooossa, eu amo essa capa e já vi vários elogios sobre o livro, o enredo me atrai bastante e espero poder ler em breve e gostar como você, sua resenha está ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Confesso que a capa não me chamou a atenção, mas o livro parece ser incrível. Gostei muito da sua resenha e dos pontos abordados pelo livro, é realmente um livro que todos deveriam ler e refletir sobre, afinal, quem faz a guerra somos nós.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olaaaa. Gostei bastante da premissa mas ultimamente estou ligada para outro gênero literário mas vou colocar ele na minha lista. Obrigada pela dica e a capa é lindaaa!

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olha, ver essa capa já me passa a sensação de algo tocante, sensível, enfim... Desde que vi a capa, me apaixonei de cara, a sinopse também não fica atrás, tem elementos que aprecio numa obra... Assim como a capa, sua resenha ficou profundamente sensível.. parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Eu amo as histórias narradas pelo ponto de vista das crianças. Me parecem tão mais reais. Eu adorei a capa do livro e o assunto que aborda. Fiquei extremamente interessada pela leitura, por isso espero ter oportunidade de conseguir ler no futuro.
    Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  11. Olha, eu adorei a sua resenha! O livro parece ser incrível! E com certeza vai entrar pra lista de próximas leituras. Confesso que a capa não me chamou muito a atenção, mas o enredo parece mesmo incrível! Valeu pela dica! Beijos

    ResponderExcluir