18 maio 2015

Resenha: A Hospedeira - Stephenie Meyer.

Nome: A Hospedeira.
Autora: Stephenie Meyer.
Editora: Intrínseca.
Páginas: 560.
Resenha adaptada. 

A Terra foi ocupada por um inimigo que não pode ser detectado. O humano se tornou hospedeiro desses invasores: sua mente é extraída, enquanto o corpo permanece intacto. A nova consciência que o ocupa passa então a conduzir sua vida, que aparentemente prossegue sem alteração.A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Melanie Strider não. Junto aos poucos remanescentes de nossa espécie, ela vive em segredo. Até, um dia, ser capturada.Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, fora alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, as sensações tão intensas, a persistência das lembranças e das memórias, vívidas demais. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos humanos que ainda resistem. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano a quem, contrariadamente, foi submetida.Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que as duas amam.


Oi, gente! Hoje venho trazer a resenha do livro "A Hospedeira" da Stephenie Meyer. Para quem não sabe, essa é a mesma autora da saga "Crepúsculo". Bem, este livro nos leva a uma realidade alternativa, onde os humanos estão quase instintos por alienígenas que sobrevivem hospedados em nossos corpos. Ou seja, a nossa "alma" some. Os etês assumem nossas vidas, são gentis, não brigam, seguem as leis e protegem a natureza - coisas que grande parte de nós não faz há muito tempo.

A protagonista óbvia é uma alienígena, a Peregrina (ou Peg). Ela está hospedada no corpo de Melanie Stryder. Porém, algo diferente acontece: a alma de Mel não some. Continua ali, dentro do corpo junto com Peg, lembrando momentos com seu amado Jared e seu irmão Jamie. Peg é meiga (melhor palavra para descrevê-la), ela não tem maldade, assim como todos os aliens. Melanie é terrível, fazia parte dos humanos sobreviventes (a resistência) e era uma grande batalhadora. As duas "conversam" dentro da cabeça de Mel e acabam se tornando amigas. 

No início, a estória se arrasta e quase (quase mesmo) me deu vontade de desistir. Mas, consegui prosseguir com a leitura. E, finalmente, a aventura começa quando Peg também começa a ter sentimentos por Jared e vai atrás dos humanos restantes, dentre os quais estão algumas pessoas da família de Mel. O problema é a buscadora, uma alien chatíssima que está atrás da Peg. E só no final do livro entenderemos por quê.

Peg não acha as cavernas (local onde a família de Mel está) e acaba perdendo as forças no meio do deserto. Ela é encontrada por Jeb, o "chefe" das cavernas e tio de Mel. Chegando lá, ninguém acredita que Mel ainda está ali naquele corpo e Jared despreza Peg, que já o ama. Um envolvimento entre Peg e Ian (outro humano) vai acontecendo devagar e ele acaba se apaixonando por ela. 

Nas cavernas moram vários humanos sobreviventes, mas meu favorito é Kyle. Ele é sério e bruto. Para, mim, um personagem mais "real". Ele tem atitudes um pouco idiotas durante o livro, mas não vou falar mais para não dar spoiler.

Depois da metade do livro, coisas bem emocionantes começam a acontecer e o livro se torna bem legal. O problema é aguentar o início. O final é incrível, faz todo o livro valer a pena. E eu fiquei completamente apaixonada pelo Ian.

O livro foi adaptado para um filme, que de opinião geral foi um desastre. Eu assisti e também não gostei, não se parecia em nada com o livro, os personagens estavam completamente diferentes e até fatos importantes foram omitidos. Se alguém viu, deixe sua opinião.

- Você é meu presente.
- E seu futuro, se você quiser.
- Sim, por favor.

Bem, espero que tenham gostado da resenha. Beijos <3

7 comentários:

  1. amei tua resenha, eu to querendo ler o livro sabe hsuhau mas eh falta de dinheiro e tempo tb, vi varias pessoas falando bem e outras falando mal, mas quero ter minha opiniao propria, to querendo ver o filme mas prefiro ler primeiro o livro... se vc falou que o final vale a pena ai eu fico c mais vontade ainda usahusahusah
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. eu achei esse livro beeeeem parado e confuso, no finalzinho ele melhora.
    O filme teve bem mais ação que o livro, eu até gostei mais rs

    beijos
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Roberta.
    Essa é uma ficção científica bem diferente, né? Apesar de ser do gênero que eu gosto, não sei se leria. A premissa não me agradou tanto.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    nossa já vi tantas criticas diversas sobre esse livro, que já não sei em que lado fico rsrssr
    o jeito vai ser eu comprar esse livro para tirar minhas duvidas
    Bjks

    Passa No Blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei da premissa do livro, mas ouvi muitas pessoas dizendo que não gostaram do livro (talvez pelo começo) e então eu nunca procurei saber mais sobre ele. E também não assisti o filme. Quem sabe um dia eu o leia né
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bom?
    Esse livro é um dos mais antigos da minha estante e ATÉ HOJE não li ele, acredita?
    A premissa é boa, mas a narrativa da autora me cansa e como você falou, só vai depois da metade e ah, nao quero algo que me desanime kkk

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi ja ouvi falar muito bem desse livro só não tive oportunidade de compra-lo.
    Como você falouh que cansa fiquei um pouco ressentida porque eu sou uma pessoa que entra ressaca muito rápido fico longe desse tipo de leitura.
    bibliotecadesajeitada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir