15 outubro 2014

Resenha: Reconstruindo Amélia - Kimberly McCreight.


Título: Reconstruindo Amélia.
Autor: Kimberly McCreight.
Páginas: 351.
Editora: Arqueiro.
Classificação: 4/5.

Você conhece a pessoa que mais ama no mundo? Kate Baron achava que sim até receber a devastadora notícia de que Amelia, sua filha de 15 anos, cometeu suicídio pulando do telhado do colégio particular onde estudava. Poucos dias depois, entretanto, uma mensagem anônima em seu celular revela que a morte de sua filha talvez não tenha sido da maneira que as autoridades alegaram. Amelia pode ter sido assassinada? Como advogada, Kate está determinada a descobrir a verdade e, para isso, mergulha no passado da filha, recolhendo cada fragmento de e-mail, cada linha dos textos do blog, cada atualização de status do Facebook. Sempre um passo atrás da verdade, ela descobre um lado de Amelia que nunca imaginaria que existisse. Este impressionante romance de estreia vai além de uma história sobre segredos e mentiras. Narra a busca de uma mãe tentando reunir cada detalhe possível para reivindicar a memória da filha que não pôde salvar.

Quanto da sua vida você conta para a sua mãe?

Você realmente sabe o que se passa na cabeça da sua filha?

Depois de ler a sinopse deste livro, imaginei que ele fosse como os suspenses do Harlan Coben - meu autor favorito. Pensei que eu não o largaria enquanto não o devorasse até a última linha, que eu só desvendaria todos os mistérios nas últimas duas páginas. Sim, eu só larguei o livro depois de lê-lo inteiro, mas não, ele não pode ser comparado a uma obra do Coben.

"Enquanto isso, caprichem nos novos casos e sorrisos. E apertem os cintos, porque vai ser uma viagem e tanto."

"Reconstruindo Amélia" nos traz duas protagonistas: Kate, uma advogada que passa grande parte do dia trabalhando e Amélia, sua filha. Apesar das duas passarem pouco tempo juntas, elas são amigas e conversam sempre que dá. Kate acredita que conhece sua filha. Portanto, quando descobre que Amelia se jogou do telhado da escola, Kate entra em pânico. Ela não consegue entender como e porquê isso aconteceu.

Do outro lado, voltamos ao passado e vemos a vida de Amélia no novo ano letivo, quando coisas novas começam a acontecer em sua vida. Ela é uma adolescente virgem, estudiosa e atleta. O que nos faz nos perguntar o tempo todo: porque ela se matou? E se não se matou, que motivo uma pessoa teria para matá-la? A verdade, é que a cada página, eu queria que a Amélia não tivesse morrido de verdade.

Os capítulos são alternados entre Kate (depois da morte de sua filha) e Amélia (poucas semanas antes de sua morte). Ao contrário do que algumas pessoas pensam, isso não confunde o leitor, mas ajuda a entender mais sobre a história das duas personagens e nos ajuda a colher informações para desvendar o suspense.

Kate nunca foi santa, principalmente antes de ter Amelia, o que faz com que o leitor fique ainda mais desconfiado. Já nos capítulos da Amélia, percebemos que a vida da garota muda drasticamente em pouco tempo e que ela já não é mais a mesma.

"No fim das contas, era mais seguro eu manter a boca fechada sob meu telhado de vidro."

Esse livro nos mostra que todas as pessoas agem em prol de seus próprios interesses, independente de quem elas afetarão. O problema é que nem sempre elas imaginam que seus atos terão consequências. E eles sempre tem.

O livro é bem escrito e a narrativa é envolvente. O único problema foi que o comprei com muitas expectativas. Acostumada a ler os livros do Coben, esqueci que nem todos os suspenses são tão bem intrincados. Então, na metade do livro eu já tinha algumas ideias de como seria o desfecho e quando este chegou eu não fui tão surpreendida - não tanto quanto eu esperava. Mas, essa foi uma ótima leitura e eu recomendo sim para quem gosta do gênero.

15 comentários:

  1. É tão chato ter expectativas por um livro e depois ele nem ser aquelas coisas todas, eu já tinha ouvido falar do livro mas nunca vi uma resenha.

    Dá uma olhada na resenha que fiz do livro A Bandeja
    http://www.byanak.com.br/2014/08/despertar-bandeja-lycia-barros.html#comment-form

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Já teve resenha desse livro lá no blog mas quem leu foi a Mari, e ela disse quase que a mesma coisa o livro é muito bom mas faltou um algo a mais rsrs , eu não se leria por agora mas gostaria de saber se a menina se matou de fato ou não.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha ♥ Quando eu li esse livro, não tinha expectativas tão altas. Eu gostei bastante, e durante a leitura minhas ideias sobre o final variavam. Achei que ela tinha se matado, depois achei que uma pessoa tinha a matado, mas só depois que a pessoa que verdadeiramente a matou ficou com aquele comportamento estranho foi que eu percebi.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  4. Oi Roberta, tudo bem?
    Nossa, é horrível ler um livro com muitas expectativas e elas não serem atendidas, não é mesmo?
    Ah, eu já conhecia esse livro, mas só de capa mesmo, nunca sequer tinha lido a sinopse. E minha nossa, achei muito interessante! Fiquei extremamente curiosa para ler, e saber o porquê da morte da Amélia.

    Ah, meu blog está em novo endereço!
    Venha conferir: http://www.winterbird.com.br/
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Vish, o que será que aconteceu realmente pra isso então? Fiquei curiosa! E uma coisa é verdade, ás vezes podemos achar que conhecemos alguém completamente, mas todo mundo esconde seus segredos, seus dilemas internos, e principalmente um passado que pode ser a resposta pra muita coisa.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "A Lista Negra" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei muito deste livro mas claro que não tinha nenhuma expectativa sobre ele. Também gosto muito de livros de suspense e este é bastante peculiar por se tratar de bullying de uma forma bem direta e pesada.

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Rô!
    Acabo de colocar esse livro na minha lista de desejados! Pelo que você narrou na resenha, eu gostei bastante do estilo da história, onde envolve um suspense e uma coisa a ser descoberta. Adoro leituras do gênero e certeza de que irei gostar bastante... Pena que terá de esperar a fila diminuir, sausahusahsauhsauh!

    Beijos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oiee, tudo bem?

    Achei o livro muito bom. Realmente a escrita da autora é surpreendente. E o livro foi uma super surpresa para mim. Me prendeu do inicio ao fim.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. hello, rô! eu posso imaginar o quão menos impactante fica um livro quando colocamos expectativas demais nele, mas posso dizer que eu fiquei com uma vontade de saber do porque a filha se matou, e quem era a mãe na verdade. outra coisa que fiquei refletindo e que já reflito muito é na falta de prudência que as pessoas tem, na incapacidade de pensar no que um ato pode causar, porque tudo tem uma causa e toda a causa, causa outra causa - quantos "causas" - !!!

    com alegria,
    gabryel fellipe

    ResponderExcluir
  10. Oi Roberta, tudo bem??
    Confesso que tenho paquerado (essa palavra ainda existe? rs!) esse livro desde que o vi na livraria, há pouco mais de um mês. A sinopse me pareceu instigante e eu fiquei curiosa para descobrir o motivo da morte da Amelia. Talvez, por nunca ter lido nada do Harlan, eu não crie tantas expectativas em relação ao desfecho. Espero poder tirar minhas próprias conclusões em breve <3
    Grande beijo ♥

    Thati;
    http://nemteconto.org

    Sorteio de "As Sete Irmãs", de Lucinda Riley, no blog.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Estou curiosa para ler esse livro. Parece ser muito bom.
    Mas, vou iniciar a leitura sem muitas expectativa para não me decepcionar.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook Tem promoção de Halloween lá no blog. Não fique fora dessa!

    ResponderExcluir
  12. Oii,
    Fiquei super curiosa sobre o livro, adoro o gênero e até fiquei matutando aqui se a menina não armou tudo isso O.o
    Super quero ler!

    bjs e um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  13. Oi Roberta! Ainda não conhecia o livro, então, adorei a resenha! Os livros do Harlan são maravilhosos mesmo e vez em outra me pego comparando outros livros aos dele hahah
    Beijão <3
    docesexpressoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Quero muito conhecer a escrita dessa autora, dizem ser surpreendente e eu devoro livros assim, assim que tiver a oportunidade de adquirir o mesmo vou ler =D

    Amei sua resenha me deixou com mais vontade ainda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  15. Acho que o melhor é ler sem compromissos ou cobranças, suprimir as expectativas pra quem sabe assim não correr muito risco de sofrer decepção.Não conhecia o livro, mas como sou fã do gênero vou procurá-lo^^ essa resenha despertou bastante meu interesse. Abraços /o/

    horadochoco.blogspot.com

    ResponderExcluir