06 agosto 2014

Resenha: O lado bom da Vida - Matthew Quick.


Título: O Lado Bom da Vida.
Autor: Matthew Quick.
Editora: Intrínseca.
Páginas: 254.
Classificação: 5/5.

Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'.
Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora.

Eu não sei dizer por que exatamente este livro me chamou a atenção no exato momento em que coloquei os olhos nele. Pode ter sido a capa, que achei linda (sim, eu conheço o velho ditado, mas não consigo evitar minha fissura por capas de livros) ou talvez o fato de eu ter gostado do filme. A questão é; ao terminar de ler, me encontrei simplesmente apaixonada pelo livro e por seus personagens tão intrigantes e realistas.

“[...] agora minha vida é o filme a que vou assistir e, bem, está sempre passando.”

O ex-professor Pat Peoples acaba de voltar para Collingswood, sua cidade natal, após um longo período internado em uma instituição psiquiátrica (que ele denomina como “lugar ruim”). E tudo o que ele quer no momento é reencontrar sua esposa Nikki, e ter a oportunidade de ser um bom marido para ela.

Porém, algumas coisas não parecem fazer muito sentido. Como o fato das fotos de Nikki terem desaparecido da casa dos pais de Pat, com os quais ele voltou a viver, ou seus amigos insistirem em tentar juntá-lo à Tiffany, uma jovem mulher sem papas na língua que nunca se recuperou da morte do marido.

Apesar de todas as opiniões contrárias que encontra pelo caminho, Pat acredita que, se for uma boa pessoa (e devo dizer que sua lógica de como ser uma boa pessoa nem sempre soa muito... lógica), Deus o perdoará, e o permitirá viver ao lado de Nikki outra vez. Esse seria, segundo ele, o final feliz de seu filme.

Com o decorrer da trama, porém, Pat se depara com diversas pessoas e situações que parecem contradizer sua lógica, e sua perseverança (ou talvez obsessão) terá que ser muito forte para que ele consiga alcançar seu tão sonhado final feliz.

Devo admitir que, no início, eu estranhei um pouco a narrativa em primeira pessoa. Os pensamentos de Pat são, muitas vezes, confusos e mirabolantes, frutos das perturbações de sua mente. Porém, logo que me acostumei à “lógica Pat” de pensar, me apaixonei tanto pela narrativa quanto pelo personagem que a lidera.

O que eu achei mais interessante na narrativa foi me sentir em meio à neurose de Pat. Há diversas situações nas quais o leitor não tem certeza se o que o protagonista narra é real ou algum exagero criado por sua mente.

Outra personagem que me intrigou foi Tiffany. Sua forma cínica e explosiva de agir, mesmo afastando-a das pessoas, é justamente seu diferencial, o que a torna uma personagem tão complexa quanto Pat. É a forma que encontrou para lidar com uma ferida que nunca se curou.

" - Olha, gostei de passar um tempo com você, e acho que você é realmente bonita, mas sou casado – digo, e mostro meu anel de casamento como prova.
 - Eu também – diz, e mostra o anel de diamantes em sua mão esquerda."

Mais do que um livro sobre um homem tentando recuperar sua esposa, “O Lado Bom da Vida” é uma história sobre a procura pela felicidade, e sobre a descoberta de que a vida não é como um filme... ou talvez seja.

16 comentários:

  1. Oie! :D
    Ainda não li esse livro, mas sempre tive curiosidade. Fui tentar ver o filme e não consegui chegar ao final... Acho que ainda não tava "preparada" pra esse tipo de história, haha, e acabei não gostando. Pretendo dar uma nova chance em breve, até porque sua resenha ficou show e me deixou curiosa!
    Bjos,
    La Vie de Lee

    ResponderExcluir
  2. Oi, como está? eu também adorei essa leitura, mas o Pat me irritava E MUITO! Já do filme não gostei muito. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Assisti ao filme e não achei essas coisas...Depois pretendo ler o livro, que sempre é melhor. Bjs!!!
    http://bibliotecariasprendadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. O filme é muito, muito bom. A resenha está ótima, e me fez ter vontade de ler o livro, já que todo mundo dizia que não tem muito haver com o filme, e que o filme é melhor. Bom, a capa é realmente linda, e espero poder comprar logo esse livro.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho o livro mas ainda não li, a capa e a sinopse me fizeram comprá-lo.
    Gostei muito da sua resenha.
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Quero ler!!! Só vi o filme e o autor conheci ano passado na Bienal, um fofo!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Roberta, tudo bem?
    Nunca li esse livro, e muito menos vi o filme, hehe. Na verdade nunca tinha lido resenhas/reviews nem sequer a sinopse deles, e tinha uma ideia totalmente diferente do que eles deveriam ser, por isso sua resenha me deixou ao mesmo tempo surpresa e interessada em ler também!

    Um abraço,
    http://obsessivejerk.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica. Bem e tu?
      Essa resenha foi feita pela Natália, nova colaboradora do blog!
      Beijos <3

      Excluir
  8. Eii, eu já li este livro e também vi o filme e amei e muito ele virou um dos meus prediletos.
    um beijão...

    http://deamigasparaomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Já ouvi falar muito do livro, até minha prima leu, mas apenas vi o filme e não gostei :S mas pretendo em muito em breve hahaha Liiindo seu blog <333
    Tem post novo no Doce Literário, ti espero *--* Beijos
    http://doceliterario.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu acabei de ler o lado bom da vida, e amei demais, virou um dos meus livros preferidos, sério, eu achei ótimo! Minha personagem preferida foi a Tiffany, sem dúvida nenhuma, logo vou fazer resenha no blog também

    LIVROS E TAL

    Beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  11. Eu tô com esse livro aqui há tempos e ainda não li. :(
    Quero muito encontrar um tempinho, porque parece ser incrível.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  12. Desejo muito ler esse livro, a história parece ser ótima!

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro esse livro. Foi uma das leituras mais gostosas que eu fiz no ano passado e é um livro que eu recomendo muito pra qualquer pessoa que esteja querendo começar a ler.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Aaah, um de meus livros e filmes favoritos da vida <3 Sou perdidamente apaixonada pelo Pat e sua loucura <333
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. O livro é muito bonito, mas o filme também acho pontos trocados. A história eu achei muito bom, bem executar um script, engraçado e inteligente. Abotoaduras entre Jennifer Lawrence e Bradley Cooper me espanta, posso dizer que é um dos melhores filmes de drama Cooper. Atuações ótimas até mesmo dos coadjuvantes Robert De Niro e Jacki Weaver estão ótimos. Uma ótima historia, madura, diferente de todas essas comedias dramáticas/românticas. Vale muito apena acompanhar.

    ResponderExcluir