08 agosto 2014

Lançamento: A Mão de Celina - Jeremias Soares.

Título: A Mão de Celina.
Autor: Jeremias Soares.
Editora: Os Dez Melhores.
Páginas: 248.
Compre: Aqui.


Olá, gente. "A Mão de Celina" é um lançamento da Editora Os Dez Melhores. Eu trouxe para vocês algumas informações básicas e a resenha feita pela Alessandra Carvalho. Confiram:

Sinopse: Quando perdemos uma pessoa para a morte, a perdemos para sempre. Era no que acreditava Edu depois de enterrar Celina, sua jovem esposa, vitimada por um câncer galopante. No entanto, bastou conhecer sua nova namorada, Jana, para descobrir que os mortos também podem voltar. Alguns para contar o que existe do outro lado; outros para mostrar que os caminhos da vida e da morte não somente se cruzam, como são exatamente os mesmos. Se da morte só conhecíamos o nosso próprio medo, agora chegou a hora de dar a mão para Celina, e deixar que ela nos conduza por este labirinto sombrio e íngreme que desconhecemos, que tememos, mas pelo qual somos fascinados. O mundo dos vivos e dos mortos é o mesmo mundo. E Edu irá entender que, quando perdemos uma pessoa para a morte, não a perdemos para sempre. Há quem volte para contar. E há quem volte para fazer ainda mais.

A Mão de Celina, um livro que não dá para parar de ler

Eu sempre gostei de ouvir boas histórias. Desde quando era criança, e sentava aos pés do meu avô para ouvir suas façanhas da juventude, delicio-me quando me apresentam um bom enredo, com personagens bem estruturados e convincentes envolvidos em uma trama intensa e curiosa.
Talvez por isso mesmo tenha me encantado com a história de Edu, Celina e Jana, os personagens do livro A Mão de Celina, do autor Jeremias Soares, lançado em junho deste ano pela Editora Os Dez Melhores. A proposta desta editora, aliás, é ousada e, justamente por isso, arriscada: não publicar mais de dez livros por ano. Uma promessa no mínimo diferente, em um mercado editorial onde a maioria dos selos lança dez livros por semana.
E sendo um dos dez melhores, Jeremias tinha quase a obrigação de agradar.
Mas sabemos que agradar gregos e troianos é impossível, e por isso não posso falar aqui em nome de todos os leitores deste país. Posso falar por mim, e afirmo com convicção: A Mão de Celina é uma grata e deleitosa surpresa literária deste ano de 2014.
A história se passa em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Celina e Edu formam um casal jovem e feliz, cheio de planos para o futuro; planos estes que acabam dolorosamente destruídos quando descobrem que Celina é portadora de um câncer incurável.
Após sua morte, a vida de Edu entra em uma espécie de limbo, ficando suspensa no meio de sua dor e de sua solidão. Até que, cinco anos após enterrar Celina, e sem conseguir sair desta espiral de sofrimento na qual sucumbiu, Edu decide pôr um fim em sua tristeza e acabar com sua vida, pulando do último andar do prédio onde trabalha. Era sábado de noite, e fazia frio.
Quando já estava sentado no parapeito do terraço, com seus pés balançando no ar, eis que a vida surpreende com mais uma de suas artimanhas: é lá, na beira do abismo, que Edu conhece Jana, que por acaso se encontrava no mesmo terraço que ele, fumando um cigarro. E é aqui que a história de Edu começa a mudar.
Redescobrindo com Jana o amor, e reencontrando nela a alegria e a vontade de viver, Edu consegue finalmente deixar o luto para trás e recomeçar sua vida.
Mas Celina parece não ficar nada satisfeita com o fato de deixar de ser o centro das atenções de Edu, e resolve voltar da morte. E daqui pra frente, é preciso ler a obra para descobrir como tudo vai terminar.
O livro se destaca por diferentes pontos, mas, para mim (uma amante inveterada de boas histórias), seu principal mérito é prender a atenção do leitor de tal forma, que não se sossega antes de saber o desfecho desta história.
Eu simplesmente não conseguia parar de ler A Mão de Celina. O sono me dava rasteiras, o trabalho me chamava, o namorado exigia atenção, meus gatos miavam, solicitando meus afagos, e tudo o que eu conseguia dizer era: só mais cinco minutinhos, por favor. Como uma criança que não quer levantar da cama para ir para a escola, eu não queria desgrudar meus olhos e minha atenção do livro por nada neste universo.
Interessante também a maneira como Jeremias estruturou sua história. A cada capítulo, conhecemos um pouco mais sobre os três personagens deste triângulo amoroso maluco e improvável, que sumariamente ignorou as barreiras entre a vida e a morte; página por página, vamos envolvendo-nos, vamos compreendendo, vamos decifrando os detalhes que o autor vai fornecendo, sem afobamento e nem pretensão.
E o final é simplesmente arrebatador. Pessoalmente, considero fundamental que, após terminar a leitura de um livro, eu esteja abismada, espantada, admirada. Chocada, até. E A Mão de Celina me deixou exatamente assim. De tudo o que fui arquitetando e apostando no decorrer da história de Celina, Edu e Jana, nada se cumpriu. Eu absolutamente não esperava que tudo terminasse como terminou. E apesar de passar longe de todos os meus palpites e suposições, o desfecho foi melhor e mais surpreendente do que a minha vã imaginação poderia desconfiar.
Sugiro a leitura de A Mão de Celina, especialmente para todos que, assim como eu, sabem que uma boa história não pode ser abandonada, não pode ser ignorada, não pode ser protelada, mesmo que o sono dê rasteiras, o trabalho chame, os gatos miem e o namorado exija atenção.
Se você gosta de histórias das quais não consegue desgrudar os olhos, e a vida parece impossível de continuar se você não ler o próximo capítulo (só mais cinco minutinhos, por favor!), A Mão de Celina foi escrito para você.
Um livro que merece ser lido, relido e recomendado. Com toda a justiça e razão, na Editora Os Dez Melhores é Jeremias Soares e mais nove.

4 comentários:

  1. Uau. Nunca tinha lido sobre essa editora antes (não cheguei a ler o post sobre ela daqui), mas achei a proposta muito, muito legal, e realmente, arriscada demais. Bom, sobre o livro: nem a sinopse e nem a capa que me conquistaram, mas essa resenha maravilhosa que você trouxe (resenha feita por alguém que eu não conheço), me conquistou. Preciso ler logo esse livro, se não eu piro!

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não curti muito a capa do livro e que dificilmente compraria o livro sem antes alguém me dizer se realmente valia a pena, mas depois dessa sua resenha, flor, acho que todo mundo está querendo ler agora! rsrsrs Acho que realmente vale a pena dar um conferida, além do mais uma editora que publica apenas 10 livros por ano, deve realmente ser muito seletiva, ou, seja Jeremias deve ser muito bom mesmo! rsrs
    É a primeira vez que venho aqui no seu blog e fiquei totalmente apaixonada! O layout simplesmente perfeito e o conteúdo melhor ainda! Seguindo o blog, a fan page, o twitter, tudo! Amei, parabéns mesmo.
    Beijão,
    Scar.
    Vem conhecer meu blog -> My Little Wonderland

    ResponderExcluir
  3. Uau! Você realmente sabe como fazer a gente morrer de vontade de ler um livro! hahaha
    Não conhecia a editora ainda, e muito menos tinha ouvido falar do livro. Mas é daqueles que uma vez que você lê uma única resenha, já fica morrendo de vontade de conferir e não esquece até passar ele pra lista dos "já li". Resenha contagiante, adorei!

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Roberta, muito obrigado pelo espaço no seu blog :)

    E para as pessoas que enviaram estes comentários bacanas, fica o link do meu blog para maiores informações sobre "A Mão de Celina".

    http://jeremiassoares.blogspot.com.br/search/label/A%20M%C3%A3o%20de%20Celina

    Caso alguém tenha interesse em algum exemplar, é só falar comigo.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir