13 junho 2014

Resenha de filme: A culpa é das estrelas.

Título: A culpa é das estrelas - The Fault in Our Stars.
Diretor: Josh Boone.
Gênero: Drama, romance.
Elenco: Shailene Woodley, Ansel Algort, Nat Wolff.

Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

Hazel tem um livro preferido e já o leu diversas vezes. Ela gosta de ler e frequenta a Universidade Comunitária. Ela tem câncer e uma visão diferente disso. Sempre pensa na dor que seus pais vão sentir e o que eles irão fazer depois que ela morrer. E é somente por isso que ela acaba aceitando frequentar um Grupo de Apoio da igreja.

Augustus teve câncer, perdeu a perna, mas faz mais de um ano que ele está bem. Ele começa a frequentar o Grupo de Apoio por causa se seu amigo Isaac, que está prestes a ficar cego devido a um câncer ocular. Augustus é engraçado e sempre vê o lado bom das coisas, além disso ele quer deixar sua marca no mundo, sendo um herói ou algo assim.


Essa é a adaptação cinematográfica mais fiel ao livro que já assisti. Cenas e falas são praticamente iguais, é como se eu estivesse lendo o livro novamente. Acho que todos deveriam ser assim. Outros fatores nos ajudaram a "entrar no clima" do filme, como a trilha sonora magnífica e o elenco.

Os personagens deste filme são parecidos com os que eu tinha imaginado enquanto lia o livro. Shailene é a Hazel, sem mais. Ansel foi o Augustus perfeito, com cara de malando, mas super fofo e com um charme indescritível. E o casal tem uma química incrível. Outra personagem que adorei foi a mãe de Hazel, feita pela atriz Laura Dern. Ela foi incrível, fez uma mãe preocupada e cansada como ninguém poderia ter feito. E também Nat Wolf, o Isaac, que tirou diversas gargalhadas do público.


O filme poderia ter sido mais um romance bobo, mas graças ao escritor do livro que deu origem ao filme, John Green (que esteve nas filmagens o tempo inteiro) e ao diretor, Boone, esta adaptação traz o câncer com um humor ácido, que envolve o romance e o drama, fazendo o público rir tanto quanto chorar. Portanto, esta adaptação excedeu minhas expectativas. É difícil me fazer chorar, mas confesso que minhas lágrimas começaram a cair já na metade do filme.

Se você ainda não leu o livro, veja o filme. Se você ainda não viu o filme, leia o livro. É quase a mesma coisa. Os dois são bons e vão mudar alguma coisa dentro de você!

13 comentários:

  1. Ah como estou doida para assistir esse filme!
    Adorei sua resenha; só me deixou mais curiosa ainda!

    Beijos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer.
      Que bom que gostou! Tu precisa assistir esse filme, é ótimo! Beijos.

      Excluir
  2. os filmes nos ensinam mas por vezes nos confundem com a realidade se tornam celestiais quando pelo lado bom . quando destrutíveis os repudio e deveriam ser banidos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Roberta.
    Realmente amei esse filme, e foi a melhor adaptação que vi.
    Fiz um no meu blog também se quiser conferir.
    Abraços.
    chocolatecomlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Aaain Roberta, não faz isso comigo!! :'(
    Moro no interior e por isso não tem cinema :( choremos!
    E com isso, ainda não vi o filme! :( choremos!!

    Cara, eu li sua resenha me imaginando ao ver esse filme! Qual seria as minhas reações em algumas cenas! Só sei que irei chorar muito quando assisti assim como chorei ao ler o livro <3
    Adorei as coisas que você falou e que bom que o filme é tao fiel ao livro, ate nos diálogos! E meu Deus, quando é que vou assistir esse filme?

    hahahaha linda sua resenha! Você escreve maravilhosamente bem e eu amei! E tô com inveja branca porque você já assistiu e eu não :'(

    Beijos Beijos
    Adriano
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, meu Deus, onde tu mora criatura? Tenta na internet! Eu vi Malévola pela net esses dias.
      Sim, eu morri chorando com o livro também kkkkk
      Sim, é fiel em TUDO. Claro que algumas coisinhas tiveram que ser cortadas né, mas nada muito.
      Escrevo mesmo? É tão bom receber elogios de alguém que tem um blog tão bom! *-*
      Beijos <3

      Excluir
  5. Gente não sei o que acontece comigo, mas isso não me chama a atenção rsrsrs (definitivamente eu não sou desse mundo rsrsrsrs), eu tenho o livro, mas nunca senti vontade de ler e o filme talvez e assista daqui alguns anos ehehehe.
    Mas estou gostando de ver os comentários da galera, pelo visto o filme está bem legal.
    Beijão
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir
  6. Eu ameeeeeeeeeeeeei o filme♥☺
    Chorei demais :c
    Ri demais :c
    Filme perfeito♥ O livro, nem se fala... melhor ainda!
    Adorei a resenha, super legal e completa♥

    http://cupcakeleitor.blogspot.com.br/2014/06/especial-dia-dos-namorados.html

    ResponderExcluir
  7. Eu amei o filme. Quer me conquistar é ser fiel ao livro.
    E chorei e chorei.
    Quando sai do cinema vi que basicamente todas as mulheres da sessão estavam chorando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, geral estava chorando no final da sessão a qual eu fui também. :') E comentando que tinha sido super fiel, que bom né.

      Excluir
  8. Não sei como vocês conseguem assistir o filme ou ler o livro gente, só de ler as resenhas e ver as indicações tenho vontade de chorar, imagina com as coisas completas. Passei essa leitura a muito tempo e não pretendo ver o filme, sei que seria lindo e perfeito, mas prefiro assim.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise.
      Hehehehe você é determinada, menina. Nem se eu quisesse, eu conseguiria ficar longe do livro ou do cinema, rs.
      A Culpa é das estrelas <3
      Beijos.

      Excluir